Publicado em: 8 jan 2017

Pedreiro nega carona e é assassinado com um golpe de peixeira

hospital_de_trauma_cg1

O pedreiro Genildo Pereira da Costa, 38 anos, foi atingido por golpe de faca peixeira ontem à noite após negar carona a um conhecido. O crime aconteceu na cidade de Alagoa Nova, Agreste paraibano, a 148 km da Capital.

Ferido, o pedreiro ainda conseguiu dirigir por 23 km. Ele foi até o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, mas não resistiu ao ferimento e morreu neste domingo (8).

Segundo informações, houve uma discussão antes entre os dois em um bar da cidade. Após o incidente, o acusado pediu carona que foi negada. Inconformada com a recusa, ele sacou uma desferiu um único golpe.

O acusado fugiu.




Acompanhe as notícias do Portal do Litoral PB pelas redes sociais: Facebook, Twitter. Entre em contato pelo whatsapp: (83) 99631-9062.

O que achou? Comente...