Publicado em: 6 jan 2017

Pai e filho confundidos com bandidos são baleados por PMs na Paraíba

casa_onde_pai_e_filho_foram_baleados

Um homem morreu e outro ficou ferido ao serem baleados por policiais militares na noite de quinta-feira (5) depois de serem confundidos com assaltantes no sítio Lages, zona rural do município de Areial, no Agreste da Paraíba, segundo informações da Polícia Civil. De acordo com o comandante do 10º Batalhão da Polícia Militar, Major Pablo Cunha, o homem que morreu não teria respeitado a ordem de soltar a espingarda que estava carregando no momento em que os policiais chegaram ao local.

As vítimas são pai e filho. O pai, de 59 anos, foi atingido por um tiro nas costas, a bala saiu pelo tórax e ele morreu enquanto era socorrido, a caminho do hospital.

Já o filho, de 23 anos, foi atendido no Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, também no Agreste, com um tiro de raspão no braço.

Foram assaltados e chamaram a polícia
Ainda de acordo com a Polícia Civil, a dupla teria acionado a Polícia Militar após terem sido vítimas de um assalto na casa em que moram no sítio. Quando os militares chegaram ao local, eles saíram armados com uma espingarda e um facão e, neste momento, os policiais teriam confundido os dois com os assaltantes e disparado vários tiros. A princípio, a polícia chegou a divulgar que a arma usada pelo filho era um machado, mas depois corrigiu a informação.

Ainda conforme o Major Pablo, os policiais militares envolvidos no incidente foram ouvidos na delegacia da Polícia Civil. O Batalhão já instaurou uma sindicância para apurar melhor o caso. “São essas coisas que a gente lamenta muito por conta da morte do agricultor. Em frações de segundo a gente tem que se decidir entre preservar a vida e morrer. Foi o caso dos policiais. Esse caso ocorreu em razão da atitude do cidadão, que não soltou a arma” explicou.

G1PB



Acompanhe as notícias do Portal do Litoral PB pelas redes sociais: Facebook, Twitter. Entre em contato pelo whatsapp: (83) 99631-9062.

O que achou? Comente...