Publicado em: 15 jul 2016

O divórcio europeu: consequências e impactos para ambos os lados

Após referendo histórico, os britânicos decidiram pelo BREXIT(saída do Reino Unido da União Européia).

A saída britânica pode gerar conferências políticas e econômicas tanto para a União Europeia como para o Reino Unido. Impactos atingirão os dois lados.

Vejamos:

Consequências para a União Europeia

Influenciados pela onda nacionalista e pela saída do Reino Unido, outros países podem se sentirem influenciados a deixarem o bloco e iniciar um efeito dominó. E o bloco se torne cada vez mais instável, menos coeso e forte para enfrentar sucessivas crises.

Além disso, o bloco perde em termos militares e de inteligência, visto que a Inglaterra é um dos países que mais investem em armamentos de guerra e segurança nacional.

Consequências para o Reino Unido:

O Reino Unido perde boa parte de sua influência dentro do bloco. Principalmente seu poder de veto no Conselho e Parlamento Europeu.
Os britânicos também poderão encontrar dificuldades em acordos de livre comércio e circulação de pessoas, formação de alianças e acordos de cooperação. Visto que os principais produtos produzidos pelos britânicos são comercializados entre os países do Bloco.
Contudo, o Reino Unido obtém vantagens em relação ao aumento de sua soberania, possibilitando criação de leis internas e sua aplicação sem intervenções externas via bloco. Como por exemplo a política de imigração. Além disso redução de custos com o bloco, devido a crises na zona do Euro e instabilidade econômica do bloco.

Contudo, a muito ainda em jogo pela frente. Novas variáveis políticas e econômicas podem entrar em campo e influenciar o futuro dos dois gigantes.

Paulo Henrique
Professor, Mestre em Relações Internacionais e bacharel em economia.




Acompanhe as notícias do Portal do Litoral PB pelas redes sociais: Facebook, Twitter. Entre em contato pelo whatsapp: (83) 99631-9062.

O que achou? Comente...