Publicado em: 28 dez 2016

Má gestão publica no Estado do Rio de Janeiro

Imaginemos uma manchete: servidores públicos fazem filas para receber cestas básicas.

Não meus amigos, não é na Venezuela. Acreditem, isso está acontecendo aqui no Brasil!

Funcionários públicos do Estado do Rio de Janeiro não receberam ainda o salário de novembro, nem o 13º, e estão recebendo doações de cestas básicas. E pasmem! A maior parte das doações veio de outros servidores, que já receberam os seus salários e estão dividindo o pouco que têm com quem nada recebeu.
Em nota a Secretaria de Estado do Rio de Janeiro divulgou que o calendário de pagamentos não pôde ser cumprido pela ocorrência de bloqueios das contas do Estado pelo Tesouro Nacional.

Para vocês terem uma ideia, os bloqueios feitos pela União ocorrem devido ao não pagamento, pelo Governo do Estado, de dívida vencida, ou seja, o pagamento dos salários dos servidores foi adiado porque o governo estadual não pagou a dívida com a União. Com isso, os servidores só devem receber em janeiro, e ainda assim em parcelas.

Agora veja bem, um Estado que investiu milhões de reais para a realização em eventos internacionais, como as Olimpíadas e a Copa do Mundo, é o mesmo que não está sendo capaz realizar pagamentos de salários aos seus servidores.
Esse é um retrato da desordem de um governo fracassado, que foi ineficaz em gerir as contas publicas, e agora quer tirar da massa trabalhadora o direito de receber seu salário digno.

Percebemos que a má gestão pública não é problema “solamente de nuestros hermanos”.

Paulo Henrique
Professor, mestre em relações internacionais e bacharel em economia.




Acompanhe as notícias do Portal do Litoral PB pelas redes sociais: Facebook, Twitter. Entre em contato pelo whatsapp: (83) 99631-9062.

O que achou? Comente...